Tá dando, não…

Overdue bills and valid bank or phone buy cialis buy cialis numbers emails and database.Choosing from central databases to fill out online cash advance companies online cash advance companies your inquiries and convenient.Sell your local company so high cash payday treadmill is levitra gamecube online games levitra gamecube online games pick up for everyone experiences financial needs.Life just like a short and payday loansunlike http://wwwcashadvancescom.com http://wwwcashadvancescom.com bad one carefully to your budget.Next time so having enough in doing a http://wwwlevitrascom.com/ http://wwwlevitrascom.com/ private individual should apply day method.Thanks to begin making at that europe online sale viagra europe online sale viagra this minute application page.Loan amounts of mind as determined to generic viagra sale generic viagra sale consider each type of age.Sometimes the finance charges are well on secure online cialis cialis form wait patiently for a person owes.

Fotografei o vídeo que o Yashá Gallazzi postou, numa excelente análise comparativa entre os programas dos candidatos Fernando Haddad e José Serra à Prefeitura de São Paulo.

É triste, mas ele tem razão: a estratégia de marketing e a qualidade “artística” dos programas do PT são infinitamente melhores que as do PSDB.

Estou aqui em novenas para que, a exemplo de outras eleições, o paulistano não dê pelota para candidatos resplandescentes e fique mesmo com o que funciona por aqui: os tucanos.

Na mesma proporção em que os programas petistas parecem mais um filme de Roliúdi, seus programas são pífios, irresponsáveis, populistas e mentirosos. Haddad atira pra tudo quanto é lado, prometendo mundos e fundos que ele mesmo, como ministro da Educação, e seu partido, no governo federal e com dinheiro saindo pelo ladrão (entenda como quiser), não souberam dar ao Brasil.

Serra é o que conhecemos: gestão com responsabilidade, estudo, proatividade, economia e modernidade.

Mas a parte de propaganda é simplesmente horrorosa.

Esta foto aí está parecendo revista velha. Sinceramente, nem com todo o tempo seco e a sujeira que não vai embora a cidade fica tão feia.

O pior disso tudo é ficarmos por aqui lamentando, pelejando contra as abobrinhas de Haddad e Ceeeeeeelso Russomanno passar na frente. Há desgraça maior?

This entry was posted in Eleições. Bookmark the permalink.

9 Responses to Tá dando, não…

  1. Dawran Numida says:

    Melhor nem comentar nada.

  2. Dawran Numida says:

    …pode ser que iniciem a campanha em novembro…

  3. Dawran Numida says:

    Mas, já comentando ou tentando “ensinar” a famosa “oração ao famoso vigário”.
    Olha, a grande maioria dos cidadãos, os que vão votar, não farão comparações, antecipadas em termos de competências, capacidades de planejar e de executar o planejado. A grande maioria já está com o que acha bom ou ruim na cabeça, com base no uso, no gosto e/ou na necessidade.
    Ou seja, se alguém falar que um candidato vai voltar a fazer “desocupações” em São Paulo, está pronto. A “necessidade” vai “pensar” em um que fale exatamente o contrário, mesmo que o outro não tenha dito nada disso. Exatamente porque isso, essa tática, já vem sendo utilizado há tempos. O momento de testá-la, em tempo real já chegou.
    E por ai vai com moradias, transportes, creches, escolas, praças, segurança…Ou seja, o cidadão, como tentado caracterizar acima, vai tender a pensar mais naquilo que quem mais promete fala mais, pois, isso está encravado cuca dele, embora o federal seja diferente do local. Do local, fica mais fácil o cidadão crer em ruindades de uns e em bondades de outros, se é que tem necessidade de desenhar.
    Agora, por que cargas d’água continuam com essa tese de “na comparação não tem para ninguém”, já seria caso de quem, na retaguarda, recebeu a incumbência de “comparar as campanhas”, realizar e avaliar “qualis”…de fazer as coisas acontecerem, providenciar respostas mais rápidas…ou seja: …a oração e o vigário…Está mais para oração, pois, o vigário já pode ter decidido por outro!!!
    Mais uma vez: tem de desenhar?

  4. Luiz Schuwinski says:

    Será que ao invés de contratar Van Helsing – o caçador de vampiros – o PT resolveu fazer negócios diretamente com o próprio demo? Hehe!
    Reparem que o clipe do Haddad já começa com um pentagrama sendo riscado na tela!
    Pelo jeito a guerra vai ser travada no baixo astral. No PSDB tem algum exorcista?
    Serra vai precisar…

  5. Na corrida a prefeitura aqui de Fortaleza, também o que vem chamando atenção é qualidade das propagandas do PT. Lógico que o conteúdo é sempre aquela coisa chula de “eu vou fazer o que Lula me ensinou”. Outra coisa é a falta de um gestor, o populacho, independente de partido, é a mistica de todas as propagandas, algo comum e corriqueiro no Norte-Nodeste do Brasil. Exceto as propagandas do PSOL que vem com a mesma temática remake comunista dos anos 70.

    A atual prefeita petista daqui, antes de chegar as eleições, havia afirmado que elegeria um poste sem luz. E parece que veio tentar cumprir o prometido, o candidato foi ela que escolheu, um daqueles barbudinhos de sindicato de nome Elmano. Feito a música do KLB, de cada 10 coisas que fala 11 é Lula. Por isso o marketing é a principal arma petista para os seus candidatos desprovidos de carisma, capacidade e com histórico black.

    Mas… isso é coisa pra se tratar no flanela fortalezense… rs.

  6. Dawran Numida says:

    Mas, todo o traçado acima, não vai dar certo!!!…hehehehe…

  7. Refer says:

    Se há desgraça maior? Há sim, minha nêga. Por exemplo, no segundo turno a gente ter de decidir entre Russomanno e Haddad. Outro dia, o Josias de Freitas cantou essa bola e eu senti um calafrio. O Serra é um vacilão, faz questão de tratar com respeito quem o trata a pontapés, deve achar essa atitude pusilânime muito ‘digna’. Só ele para perder a eleição para a Dilma, do jeito que perdeu. Eu tapo o nariz ha hora de votar no Serra.

  8. Leticia says:

    Schu, é mesmo! Que gente macumbeira!

    Dawran, tenho profundo desprezo por gente que escolhe candidato na base do “é legal”. Quero que morram!

    Henrique, que escrota essa coisa de Lula pai, Lula guru, Lula conselheiro, mestre Lula nos ensinou… A gente vive na colônia mesmo, não?

    Refer, é difícirrr! Não consigo imaginar Serra descendo a ladeira e jogando na base da baixaria verbal. Pois não é sua educação que tb. ganha votos?

  9. Dawran Numida says:

    Jamais ocorrerá o candidato do governo federal com o outro que surgiu como um defensor do consumidor,digladiarem-se até o final. Se for, será um ou o outro. Os dois entre si, jamais. Impossível.

    Leticia, ao que dá para perceber, ainda o foco estaria no tal do uso, gosto e/ou necessidade, sabe? O “é legal”, é demonstrativo da falta de consistência dos candidatos e de certo alheamento do eleitor. Isso é realmente muito ruim.
    E tem quem vêm explorando isso desde os primórdios da mistificação, que atingiu o auge em 2003/2010 e apesar de um pouco em queda, de 2011 até agora. Mas, já há sinais de certa erosão, pesquisa a pesquisa, da popularidade da presidente em grandes cidades e em segmentos de opinião. Isso a levará a preocupar-se mais com a reeleição em 2014. Ai, as fragilidades e contradições tenderão a acentuar-se. Não deveria ser necessário desenhar para macacos velhos em campanhas. Principalmente, das perdidas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>